quarta-feira, 15 de abril de 2009

Tertúlia Virtual - O PRAZER


Em algumas fases da vida, onde a felicidade e a dor se alternam numa velocidade vertiginosa, é preciso descobrir o prazer de ser múltipla, te ter a alma em desassossego.

De fazer poemas em dias azuis e procurar refúgio nos romances açucarados em dias cinzas.

Prazer em se reinventar.

“Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.”

Cecília Meireles

Cecília Meireles


15 comentários:

Luis Bento disse...

Dias azuis? Por mim prefiro os sonhos de Abril...

Um prazer... a tua foto!

Olavo disse...

Grande verdade..
Abraço

Ana Paula Motta disse...

Foto meio doida feita com web cam...
Dias azuis fazem parte dos Sonhos de Abril...

Ana Paula Motta disse...

Obrigada pela visita,Olavo.

expressodalinha disse...

Os dias sãoquase sempre azuis, excepto quando não são. Aí temos um problema. Como torná-los azuis? Por acaso tb. gosto da foto. Ou será do que a foto transmite?

Serena Flor disse...

Estou tendo muito prazer em conhecer novos cantinhos e mais prazer ainda de estar participando desta tertúlia maravilhosa.
Belíssima participação...parabéns!
Beijos.

james emanuel disse...

Tudo de muito bom gosto por aqui.


Um abraço.

Papagaio Mudo disse...

eu diria,

muita prosa & muita poesia.

prazer te encontrar na tertúlia...
bjos,

Gustavo

Christi... disse...

Aplausos viu !!!

Beijinhos

Ana Paula Motta disse...

expressodalinha ,Serena Flor , james emanuel,Papagaio Mudo ,Christi, Obrigada pela visita,pelos comentários, por tudo.
Peço desculpas,mas hoje foi um dia cheio e não deu para passar por vários blogs nessa Tertúlia,vou tentar ainda hoje.
Abraços a todos.

Compondo o olhar ... disse...

é com que prazer venho aqui me deliciar com textos maravilhosos...Cecilia sempre Cecilia... parabens!!!

bjocas

Ana Paula Motta disse...

Obrigada pela visita,compondo o olhar e pelo elogio.

Nanda disse...

Mesmo que a gente não queira a vida se reinventa!

Estou na tertúlia!

Bjão!

Eduardo P.L disse...

Azuis ou não, os dias aí estão para que deles se tire o melhor prazer posspível.

Obrigado por participar desta Tertúlia!

Ana Paula Motta disse...

Eduardo, eu é que agradeço a oportunidade de participar dessa Tertúlia.
Nanda, obrigada pelavisita,passei lá no seu blog.