domingo, 14 de junho de 2009

Tertúlia de Junho: Aqui me sinto em casa...

Em cidades como essa eu me sinto em casa. Sinto que posso me mudar de mala e cuia, de sonhar com vida nova, de “sumir” do mundo e construir novo mundo.

Pra cá trago filho,amor,cachorro e meus livros.


Cidades com história me fascinam na mesma medida em que lugares desertos me dão um certo desespero.

Gosto do campo, na verdade gosto de cidades do interior, gosto dos povoamentos, dos núcleos urbanos não muito grandes, mas com o mínimo de arsenal urbano para um ser humano como eu sobreviver.

Acho que ia ser feliz vivendo aí. Cidade linda, antiqüíssima, fria, cheia de história, de tradições, plena em vida.

“Você me abre seus braços e a gente faz um país.”



14 comentários:

Chica disse...

Simplicidade, longe de trânsito e confusões...Lindo!beijos e tudo de bom,chica

Serena Flor disse...

Olha que também estou precisando de um lugar desses sabia? Me passa o endereço?rsrss
Amanhã estarei postando a minha tertúlia ok?
Adorei o seu cantinho minha querida...parabéns! Beijos e boa semana.

Nanda Assis disse...

precisa conhecer minha cidade.

bjosss...

Georgia disse...

Ana, que lindas as suas palavras, seus sentimentos. Eu tb gosto muito de cidades histórias.

Abracos

Ana Paula Motta disse...

Chica, Serena, Nanda e Georgia, adorei a visita. A cidade é mesmo linda e me deu um "presente". Cidades que têm história encantam e convidam à vida.

Daniel und die Delphine disse...

A casa, a cidade da gente é o melhor lugar.

Eduardo P.L disse...

Bom esse lugar! Qualquer um se sentiria em casa!

Adriana disse...

As cidades históricas são lindas, cheias de conteúdos, cheias de sentimentos...
Muito bom o seu lugar

Bea - Compulsão Diária disse...

Hummmmmmmm, que bom gosto. não pensei nisso. é que sou de uma megalópole. Mas vc acerta. cidades onde a memória foi preservada!

expressodalinha disse...

As terras pequenas são fascinantes e a história é uma paixão. As pedras falam. Com o meu feitio teria, porventura, dificuldade em me adaptar. A pressão social é maior e gosto de passar incógnito. Mas às vezes gostava de tentar...

entremares disse...

O nosso país interior é assim mesmo... pequeno, paredes de pedra, ainda pouco ruido... e muitas histórias para contar, em cada esquina.

Gostei muito.

Nely disse...

Os braços abertos são um lugar maravilhoso para fazer...tudo!
Lindo o post.
Beijo.

Ana Paula Motta disse...

Uma gripe me pegou de jeito. Agradeço com atraso as visitas.

Compondo o olhar ... disse...

desculpe a demora, estava impossibilitada por causa de uma cirurgia que tive que fazer. mas já estou bem e estarei retornando aos poucos...
adorei sua participação em mais esta intrigante tertulia.

bjocas