sexta-feira, 21 de maio de 2010

Conselhos do espelho



Walnize Carvalho

Aquiete-se coração aflito
Adormeça doce saudade
Acalme-se velha nostalgia
Contenha-se grito no peito
Sossegue lágrima teimosa
Deixe de mirar-me ,saia deste lugar
E apaziguada
Mergulhe
profundamente
no espelho de sua alma.

3 comentários:

Marcos Aquino disse...

Nossa.. que profundidade que esse poema tem. o espelho nunca é a melhor opção pra pedir conselhos e opiniões. Bjos

Ana Paula Motta disse...

Pois é,Marcos, muitas vezes o espelho é muito cruel,por isso é melhor olhar pelo espelho da alma.

rabiscando e me recriando disse...

só mesmo motivações e forças internas, mergulho em si pra conseguir lidar com eventos externos. lindos posts e blog =D