sábado, 1 de agosto de 2009

Blogagem Coletiva - Cartas de Amor

“Constantemente amanhecendo”...

Conversa entre amigas...

Na hora da briga...

Conta até três?

Respira no saco?

Lava os pulsos com água fria?

Pede ajuda aos céus?

Faz tudo isso, mas...

Não se esquece de ler tuas cartas de amor...

Não há nada que dê uma “situada” de maneira mais eficaz num coração falsamente partido ou numa cabeça fora de eixo com os problemas do cotidiano a dois.

Pensa nisso da próxima vez...

Cartas de amor

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Álvaro de Campos

18 comentários:

Luis Bento disse...

Ando sempre atrasado, mas aqui tinha que ser o primeiro a comentar. Só quem nunca escreveu cartas de amor é ridículo. Com ou sem pessoa, tempartes do seu blog que, por vezes, são autênticas cartas de amor.
beijos

Jane Nunes disse...

Aluap, o Bento veio na frente...
então mudo um poquito rsrs seus escritos são lembretes de que o amor existe.
bjs

Tatiana disse...

Também participei da blogagem coletiva...e estou adorando conhecer novos blogs.

Adoro cartas de amor...

Um abraço carinhoso

Patrícia disse...

Gosto muito desses versos de Pessoa!

Um bom dia!

Mari Amorim disse...

Muito linda a tua participação viu...adorei!
Também peguei este coletivo...rs
Um grande beijo e até mais!
Boas energias!
Mari

Ana Paula Motta disse...

Luís, não é por acaso que digo que é o meu mais assíduo e brilhante cometarista. Mas tem razão, há vários meios de escrever cartas de amor...

Ana Paula Motta disse...

Janoca, sempre com esses mimos,rs. Tem que procurar,mas que existe,existe...

Ana Paula Motta disse...

Tatiana e Mari, agradeço a visita e vou retribuir. Voltem sempre...

Ana Paula Motta disse...

Patrícia, sua visita é sempre bem vinda e Pessoa é sempre Pessoa.

Serena Flor disse...

Muito legal a tua participação!
Também estou nessa...um beijão!

Tempestade disse...

Também usei esses versos do Pessoa.
Gostei da sua postagem e não conhecia seu blog.
Beijos Tempestuosos!

Ana Paula Motta disse...

Tempestade, obrigada pela visita, vou retribuir...

Ví Leardi disse...

Quem melhor do que Fernando para falar sobre o amor? Alberto Caeiro,seu melhor heterônimo e sua incrível visão do mundo! Bj

Nanda Botelho disse...

Gosto dessa do meu xará!

Também estou participando!
Bjs!

Compondo o olhar ... disse...

linda sua carta!! amei... bela participação neste busão acelerado....rsrsrsrs!!!

tbm participo.

bjocas

Olavo disse...

Passando para convidar vc a participar da nova brincadeira lá no blog...contamos com vc.
Abraço

angela disse...

E quem não pode ser ridiculo as vezes, não pode viver, só pode posar.
Gostei do lembrete.
Abraço

mari disse...

Linda carta de amor!!
Beijão